Estado do Paraná abre consulta pública para projetos de construção civil

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística promove a partir desta segunda-feira (14) a primeira consulta pública para receber sugestões de toda população, especialmente dos setores ligados à cadeia produtiva de arquitetura, engenharia e construção e representantes de universidades.Curitiba, 14/05/2018.Foto: divulgação SEIL

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística promove a partir desta segunda-feira (14) a primeira consulta pública para receber sugestões de toda população, especialmente dos setores ligados à cadeia produtiva de arquitetura, engenharia e construção e representantes de universidades.

Os interessados podem contribuir no conteúdo do Caderno de Especificação Técnica para Contratação de Projetos de Edificações em BIM.

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Abelardo Lupion, a modelagem BIM (sigla em inglês para Modelagem da Informação da Construção) propicia um nível de controle e transparência jamais alcançado em obras públicas. “Por meio desta plataforma inovadora, o Estado pretende combater o desperdício dos recursos públicos, evitar erros em projetos, e conduzir o processo de execução de forma inteligente, segura e sustentável”, disse.

Este material estará disponível para download no Portal BIM da Secretaria (www.bim.pr.gov.br) por 45 dias. “A participação ativa da sociedade civil, além de garantir transparência no processo, é fundamental para o sucesso da implementação do BIM no Governo do Paraná”, afirmou Lucimara Ferreira de Lima, coordenadora do Laboratório BIM do Paraná. Na segunda etapa deste processo haverá a análise das sugestões recebidas e a publicação do documento definitivo.

A utilização do BIM (Modelagem da Informação da Construção) não para de crescer no Brasil e faz parte de uma revolução silenciosa que está acontecendo no ramo da construção civil. Este método engloba toda a cadeia produtiva de projetos na área de arquitetura, engenharia e construção. Dentro das universidades há bastante interesse em aprender mais sobre esta tecnologia.

HISTÓRIA – Na esfera estadual a Copel (Companhia Paranaense de Energia) foi a precursora na exigência de soluções em BIM ao realizar em 2012 a primeira licitação para contratação de projetos. Em 2015 foi a vez da Secretaria de Estado de Planejamento de Santa Catarina.

Desde então o Governo do Paraná discute internamente a temática BIM mas o marco zero da implantação desta metodologia na SEIL aconteceu em outubro de 2014, no Primeiro Seminário Regional Construindo BIM, que aconteceu em Curitiba.

Este evento marcou também o estreitamento das relações entre os outros estados da Região Sul que pavimentou o caminho para que em janeiro de 2015 fosse lançada a proposta da Rede BIM GOV SUL. Atualmente a SEIL realiza diversas ações para que o Governo do Estado adote a tecnologia BIM para a contratação de projetos e obras públicas.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br